sábado, 28 de maio de 2011
Durante toda minha a infância eu sempre queria ser a “princesa” do meu conto de fadas.
Sempre falava que quando eu crescer e encontrar o meu “príncipe encantado” e nos olharmos apaixonados eu lutarei contras todos os feitiços e bruxas, nunca aceitarei poções mágicas e nem maças de desconhecidos e serei sempre fiel a ele e assim serei feliz para sempre.
O tempo passou...
Eu cresci e descobri que na vida real estamos muito mais propensas a nos tornarmos a “bruxa má” do que a “princesa”...Mais ela ainda dorme aqui dentro de mim como se fosse uma história sem fim!

Um dia nublado, um desânimo acoplado em minha alma, um tédio que toma conta de minha mente e do meu corpo mortalmente...
Ouço conselhos, vozes, ouço eu mesma dentro de mim e parece haver tanta contravenção, então eu decido ficar calada, só ouço o bater acelerado desse coração teimoso e saudoso...Mais algo em mim sempre parece ter que falar, mais me nego a ouvir, seus gritos não me adiantam mais porque o que desejo agora são versos carinhosos e olhares silenciosos que vem de encontro ao meu olhar.
Uma taça de vinho, uma música que me alegre a alma, um suspiro verdadeiro e lembranças que me façam rir é isso que eu quero e eu espero porque eu tenho direito a querer e tenho o dever de aceitar e mesmo que meu coração continue gritando saudoso e choroso eu tenho a opção de ignorá-lo até ele cansar e se entregar novamente a mim.
Porque cansei de amores e sentimentos que não cabiam mais dentro de mim e se não cabem dentro de mim não são meus, são teus e se você não os quer porque eu ei de querer?
Outra taça de vinho, outra musica, outro suspiro, mais as lembranças continuam mesmas mais agora o sorriso vem acompanhado com as gotas de orvalho que caem dos meus olhos!!!Outra taça de vinho e, por favor, pode mudar a música? Quero continuar com a alma Alegre, Leve e Doce!

segunda-feira, 23 de maio de 2011
Desistir não faz parte de mim, mais acho que vou ter que me reinventar...

Cansei de esperar, me entregar e acreditar, de ficar na dúvida...
Preciso de mais viagens, mais amores e mais novidades.
Ser passivo me consome tanta a energia que me desânimo novamente diante das expectativas que a vida me oferece, ser ativa me faz ter que fingir o que não quero ser agora, pois não posso (sei que não devo) seguir meu instinto e minhas vontades, ai volta tudo ao começo novamente e as perguntas que não se calam dentro de mim durante os segundos dos dias: Desistir? Lutar?
Então descobri as respostas: não posso DESISTIR de mim por isso resolvi LUTAR pela única pessoa que poderá me fazer feliz para sempre: EU.
E a vida segue!


sábado, 21 de maio de 2011

Por um instante desejei....

"Amor até quando você vai querer ficar aí parado olhando para o nada e não viver?
Nem lutar por mim, nem por você, quero ver ações, lutas, amores, guerras, corpos se mexendo, lágrimas caiando, corações sangrando, quero cicatrizes para saber que valeu a pena, quero ver o suor e as lágrimas, não quero nada que me pareça passivo e nocivo quero ação e reação tentativas e vitórias abra seu coração, tenha coragem saia da zona de conforto e me mostre que ainda vale a pena lutar por você e te querer, chega cansei de coisas calmas, mar sem ondas e ruas claras quero e preciso sentir que teve esforço, superação, coragem e amor...Amor de verdade não se mostra sentado, ou com palavras definitivamente não...
Eu até te ajudo a segurar a espada e lutar, mais quem tem que levantar ela e dar o grito de guerra é você."

Passou!




sexta-feira, 20 de maio de 2011


"Até o veneno que escorre dos meus lábios são doces quando são para você, te protejo até quando minha intenção é te magoar, sim penso nisso às vezes em te magoar e te provocar, não sou perfeita...Desculpe se esqueci de te contar isso...Talvez tenham outras coisas que você precise saber sobre mim, mais isso não importa mais, agora tudo acabou e se amanhã isso tiver importância você irá descobrir as coisas novas que existem em mim e irá amá-las, pois elas são Eu. "




Acredito que todos já tenham visto pelo menos uma vez o seriado Dr.House, eu particularmente adoroooooo.
Mais o que eu queria dividir com vocês hoje é uma reflexão sobre a pessoa caricata que é o Dr.House, depois de muito tempo assistindo ao seriado tenho uma dúvida que paira na minha mente, House existe ou é completamente ficção? House é assim mesmo ou usa uma máscara para esconder quem realmente ele é? Sua personalidade seria verdadeira ou ele a usa como se fosse um escudo?
E você conhece alguém nesse mundo em que as pessoas são criadas com máscaras, supertições, aparências sociais, julgamentos alheios, nesse mundo ironicamente interesseiro e bajulador que seja tão sincero quanto House?
Muitas vezes já me achei um pouco House, outras pensei que jamais teria a coragem em ser ou agir como ele em algumas situações... Porém ele é completamente um misto de ficção e realidade, ele é o cara real que vimos todos os dias trabalhando, superando a dor e um problema físico, um cara que solta piadas ainda que sarcásticas, que briga e luta pelo que deseja e acredita, em outros momentos o enxergo como uma pessoa fria, calculista, que manipula os outros para ter o que quer, manipula o ambiente em sua volta, magoa as pessoas, passa por cima da própria dor para ter o que deseja, seria House a face do que o ser humano se tornou verdadeiramente por dentro sem máscaras, sem pele, a verdade nua e crua do que o ser humano é ou gostaria de ser na verdade?Alguém sem pudores, e disfarces, convicto de que o mais importante é o que ele deseja pra ele mesmo, do que lhe faz feliz e não se importando em momento algum com o que os outros vão pensar, se vão se magoar, se vai doer ou não, se vão concordar ou achar bonito?Ou seria somente mais uma de suas mil faces tão mais imponente e impotente que o enigmático House usa para disfarçar toda sua fragilidade, carência, necessidade de ter atenção e amor, de ser superior, ou que talvez ele use para disfarçar a dor que sente não somente física, mais emocional por se sentir inútil e fraco por não superar seu próprio vício e não curar sua própria dor? Seria uma maneira que ele achou para esconder a verdadeira dor que sente em ser quem ele é?
Às vezes me parece que ele tem um coração gelado em outras vezes enxergo um coração tórrido de compaixão e solidariedade porque ele não polpa esforços para salvar a vida de outras pessoas e trazer para estas pessoas a esperança de novo para suas vidas, mais quando se trata da sua própria vida ele parece ser completamente ausente. Como alguém que aparentemente não se preocupa com a própria vida consegue se importar tanto com a vida do próximo?
Já tentei odiar o House sim, mais ele é tão mais tão ele que mesmo quando o odiamos nós o amamos porque em cada ato seu ele passa autenticidade e certezas tão enormes que saltam aos nossos olhos e tenho certeza que em algum momento da vida você já quis ser assim um pouco como ele, mais será que nos falta o que?Amor próprio?Coragem?Sangue frio? Auto-estima? Vontade? Será que se fossemos com ele seriamos mais felizes e teríamos um mundo melhor? Não sei, nunca iremos saber, pois vivemos num mundo em que somos ensinados a viver pela aparência, a conviver com a hipocrisia e que ser sincero muitas vezes é ser mal educado e onde mentir também não é legal, nosso mundo é contraditório.
Porém não podemos ser como House, nem como Maria, nem como João, porque não entendemos a essência de ser do outro, mesmo que sejamos os mais compreensíveis possíveis, honestos, corajosos e dispostos jamais poderemos ser ninguém além de nós mesmos, pois cada pessoa é única e é exatamente isso que nos faz especial, talvez não para todas as pessoas, talvez para nenhuma pessoa, mais nos torna especial para Deus e temos que nós aceitar e aceitar o próximo como ele é, e principalmente nos aceitarmos seja lá o que agente for real, irreal, sobrenatural ou imortal.
E você tem sido você mesmo? Respeitando sua essência, olhado nos seus olhos e enxergando você mesmo neles, sinta sua respiração, abrace você mesmo, se ame, se aceite e se ajeite, pois assim você terá todo um mundo aos seus pés mesmo que este mundo seja somente seu.
A e o Dr.House eu ainda tento descobrir se ele é daquele jeito intensamente infinito que me encanta ou se ele usa uma máscara, mais continuo amando ele, talvez eu tenha um pouco ou muito dele porque eu acredito que quando temos amor e admiração ou posso dizer fascinação por alguém acabamos tendo um pouco dessa pessoa dentro de nós e é exatamente por isso que eu sou EU com um pouco de VOCÊ.

“Se amar e se aceitar não é egoísmo, mais pensar no próximo, respeitá-lo e aceitá-lo como ele é de verdade é amor”.(Paula Eicke)

[Tédio é um sentimento humano, um estado de falta de estímulo, ou do presenciamento de uma ação ou estado repetitivo.]
[Nostalgia descreve uma sensação de saudades de um tempo vivido.] (Origem: Wikipédia).


Andei entediada por esses dias e prestando atenção neste tédio, talvez mais do que eu deveria confesso, descobri que tédio gera nostalgia e que a nostalgia leva ao tédio.
Sempre que nos pegamos sem fazer nada ou posso falar mais sinceramente sempre que não podemos fazer o que desejamos entramos inconscientemente no estado mental e físico do tédio e por mais que ocupemos nosso tempo fazendo qualquer coisa ou coisas importantes, por mais que o tempo passe rápido continuamos no tédio, tudo isso porque não conseguimos fazer o que realmente queríamos ou o que estamos com vontade no momento e ai vem à complicação de ser “HUMANO”, criamos expectativas até no tédio, pois esperamos confiantemente e calorosamente que sim ele irá passar de uma hora para outra, assim como ele chegou e ai o tempo vai passando e não nos damos conta do quanto já estamos apegados e alimentando todos estes sentimentos (ou neuras) e é ai que acabamos nos deparando com a tão saudosa e entediante nostalgia e começamos a pensar nossa ano passado nessa época eu estava fazendo isso e era bem mais legal, aí olha uma foto e pensa nossa este dia sim foi bem divertido, nossa que saudade dessa amiga, eu estava mais magra nessa foto, a se eu tivesse feito isso desse jeito ou aquilo daquele jeito eu não estava entediada agora, ai vai arrumar uma gaveta e acha um bilhete, uma carta de alguém especial e já fica ali parada meia hora olhando pro nada com papel na mão, lembrando das coisas que te fazem sentir saudade como a época do colégio, da faculdade, de uma festa, do filme, do dvd, da comida, sente saudade da época que era criança, meia hora de lembrança e então liga a tv e nossa para no canal e o que esta passando??? Uma novela antiga e fica feliz, pois você a adorava, mais ai quando percebe já esta pensando nossa nessa época eu tinha muitas coisas para fazer, tinha um namorado ou era solteira, tinhas amigas sempre por perto, tinha mais dinheiro, menos divida...Aaaaaaaa paraaaaaaaaa tudo, pois é neste momento que você está começando a ficar entediada novamente...E senão cuidarmos isto vira um clico viciosamente terrível, sem fim...Tédio, nostalgia, tédio, nostalgia...
 Então ao invés de você ver todos esses momentos nostálgicos e deixar com que eles te entediem tente se lembrar se você estava mesmo feliz nestes momentos, se você aproveitou eles cada segundo, há quanto tempo você não fala com a amiga da foto, ou quanto tempo não tem um tempo para cuidar só de você? E se depois disso você chegar à conclusão que foi mesmo feliz naqueles momentos, lembre-se que momentos jamais em tempo algum se repetem ou voltam atrás, então se sinta feliz por ter tido tantos momentos bons na sua vida, e orgulhe-se, pois você vai ter o que contar para seus netos e então não se pré-ocupe com o passado, viva o presente, o que você tem feito para ser feliz hoje, agora, neste minuto? E sim você precisa se esforçar e se mexer para o tédio ir embora ele não vai sozinho, pensamentos negativos atraem coisas ruins então bombardeie ele com pensamentos e atitudes positivas sempre que for preciso.
Coloque uma música que você goste no último volume, cante bem alto e dance deixa esses sentimentos chatos que não devem durar mais que alguns segundos ou minutos e já duram dias saírem de você, ligue para uma amiga, dê risada, e pense que hoje você vai fazer a nostalgia do futuro mais sem tédio, sem tristeza, sem ficar parada, sorria, arrume seu cabelo mesmo que seja para você ir dormir, pinte a unha mesmo que depois tenha que lavar uma montanha de louças, conte uma piada mesmo que só você ache graça, coloque o salto alto para ir até lavandeira mesmo que seus pais te achem louca, veja um desenho animado na tv junto com seu irmãozinho ou irmã, faça planos para o futuro tipo daqui a um minuto vou tomar um suco, continue no velho ou inove, faça caretas na frente do espelho e tire uma foto divertida e não esqueça de imprimir para que no futuro você lembre exatamente do dia de hoje, o dia que você mandou o tédio e a nostalgia embora.
Eu acabei de tirar a minha e você?
Se existe uma pessoa que não deve ser julgada na minha opinião é MÃE enquanto se trata de um filho...Não eu não sou mãe. Ainda!
Mais tenho a minha mãe maravilhosa e também tenho várias amigas, ex colegas de trabalho e ex chefes que são mães e até mesmo mães desconhecidas e com o tempo fui observando como são as mães, como foi a transformação de algumas amigas depois que foram mães e então posso dizer que existem mães super hiper mega protetoras, mães que passam por cima de qualquer princípio para proteger seus filhos, tem as mães amorosas, meigas, tem as bravas e brigonas, as controladoras, tem as mães que se enchem de orgulho de qualquer coisa que o filho faça, tem as duronas que sempre cobram o melhor dos seus filhos, tem as manipuladoras e tem as que perderam seus sonhos no meu do caminho e acham que seus filhos devem realizá-los para ela, tem as choronas, as bem humoradas, as corretas que jamais encobrem o erro de um filho, tem as que têm medo de perder seus filhos e as que aceitam que os seus foram feitos para o mundo, tem as ciumentas e as bondosas, sabem aquela mãe com cara e jeitinho de vovó, tem as super preocupadas que acham que você sempre tem que se alimentar bem ou mandam sempre você levar o casaco, tem a mãe jovem que é amiga dos seus amigos também, tem a mãe emprestada daquela amiga que você aprendeu amar e melhor pode contar alguns segredos que não contaria para a sua mãe nem sobre tortura, tem mãe vó, mãe tia, mãe prima, mãe amiga, mãe escolhida, enfim tem mães de várias formas e todas as personalidades, mais o que todas essas mães tem em comum é o amor verdadeiro...Nem amor de pai é igual ao amor de mãe, elas que nos carregam por nove meses dentro de suas preciosas barrigas, que sentem agente se mexer pela primeira vez, que ouvem nosso coração bater junto com o dela, elas que nos fazem crescer antes mesmo de nascermos, que nos amam antes de olhar pra nosso rosto e ver nossos olhos ou tocar nossos dedinhos, elas que enfrentariam tudo e todos para nos manter vivos antes mesmo de virmos ao mundo, é um amor incondicional, sincero, sem expectativas ou cobranças e mesmo que elas estejam magoadas jamais vão te falar a não ser que você pergunte e mesmo que agente as magoe o que com certeza fazemos por muitas vezes e ainda vamos fazer esse amor não diminui nunca, não enfraquece, não balança, não cobra, não morre jamais.
Dedico este texto a todas as mães do mundo e especialmente para a minha mamis que é a  pessoa mais especial do universo pra mim, pois se estou aqui hoje com certeza é por ela.  Aproveito para agradecer a ela pela educação, carácter, confiança, amizade, paciência, paciência, paciência, apoio, conforto, segurança, felicidade e todo o amor que você sempre me deu e me dá, obrigado por existir e por ser minha mãe, você é perfeita, linda, maravilhosa obrigada por me amar dessa maneira incondicional e sincera.
Te amo Mamis.



sábado, 7 de maio de 2011

Até quando eu me calo eu falo.
E mesmo assim falando tanto escuto meu silêncio e procuro insanamente e carinhosamente a razão e a emoção de ser quem EU sou.
Penso no que me trouxe até aqui, e no que me fez parar...


Olho para trás para sentir a dor e a felicidade de aceitar o que me tornei até aqui e mesmo que eu fuja lá no fundo tento descobrir até onde vou chegar e no que posso me tornar.
Inútil, eu sou assim, como sempre fui...Minha essência continua aqui pura e gritante dentro de mim querendo saltar de fora pra dentro, de dentro para fora como um gigante que acabou de acordar e então percebo que eu posso chegar a vários lugares mais não posso me tornar nada mais além do que sempre fui...Vulcão de emoção, drama, alegria, intensidade, bondade, teimosia, exagero e sinceridade, verdade, talvez um pouco de dor mais com muito Amor.

A ordem agora é Sorrir...Porque agente percebe que o tempo passou e você continua de pé e viva depois de todas as coisas que te fizeram pensar em desistir, das vezes que você ficou parada pensando que nada iria mais dar certo, das horas, dias e meses que gastou com pensamentos ruins, tristes, por vezes desesperados...Ai você resolve olhar a sua volta e percebe que nada estava como antes, que os giros do mundo e a vida das pessoas seguiram mesmo enquanto você achava que o mundo ia acabar, e pra sua surpresa o mundo continua lá com os mesmos problemas e alegrias, com a mesma essência...Você percebe que a menina que morava do lado da sua casa agora já é adolescente e tem namoradinho, que sua amiga terminou a faculdade, que outra amiga trocou de emprego ou foi promovida, que teve muitas tragédias no mundo, que as guerras continuam, que tem gente honesta ainda neste mundo que devolve um malote de dinheiro que achou, que matam uma pessoa perigosa e também morrem crianças inocentes, que a policia vira herói e também vilã, que tem casamento real e surreal, que mudou a estação, seu cabelo perdeu o corte, sua caixa de e-mail esta cheia e você ainda esta viva, e melhor ainda, se sente leve como uma pluma e pensa o que vou fazer agora que me sinto assim? Aproveitar, aceitar e sorrir...
Hora de aceitar essa leveza que brota da sua alma, sem sentir culpa, sim sorrir e girar junto com o mundo, ajeitar o corte cabelo ou quem sabe mudar, responder a todos os e-mails, ligar para as amigas, viajar, trocar de emprego, dar um abraço e receber, dizer para as pessoas importantes da sua vida que as ama e que sim elas são importantes, visitar uma amiga ou todas, fazer um curso novo ou continuar o que parou, olhar pra frente, pra os lados e para trás, observar o tempo que perdeu e aproveitar o que você aprendeu com esse tempo, perceber o que o mundo tem a lhe oferecer, saber aceitar o que te faz bem e rejeitar o que te faz mal...Sim rejeitar faz parte do seu sorriso.
E ai quando o sorriso vem do nada não se pergunte o porque, apenas aceite o que a vida lhe dá agora sem perguntas, sem medos ou anseios, sorrir não é pecado, estar feliz também não...Aproveite mesmo que seja por um segundo ou para o resto da sua vida, pois o que importa é o que temos agora no presente, pois o depois é o futuro e o que o presente te permite agora é ser feliz.
Sorriso?Presente!

Sonhos Realizados

Sonhadores

Encontre- me!

Fan Page

Autora

Minha foto
Itajaí, Santa Catarina, Brazil
Porque escrever me leva e me eleva! Cura qualquer ferida e faz com que eu leia e decifre alma de alguém em algum lugar do universo!
Tecnologia do Blogger.

Minhas Inspirações

Postagens populares

Amores